Institucional

Juntando Paixão por Carros com Paixão por Metalurgia

A Volcano Wheels nasceu em novembro de 2010 da união de duas paixões :  a paixão de seu fundador  por metalurgia adquirida ao longo da graduação e mestrado em solidificação na Universidade de São Paulo   e  a  enorme e indiscutível paixão dos brasileiros por carros.

Inovação para Todos os Estilos

Nossa missão principal é aumentar a felicidade e grau de satisfação dos apaixonados por carros modificados de todos os estilos  no Brasil e outros países através do alto nível de qualidade, ofertas justas e competitivas, entrega Just In Time e principalmente pela inovação em produto e serviços.

Ouvir faz parte do nosso DNA

O caminho que trilhamos para inovar é ouvir os anseios dos apaixonados por automóveis física ou virtualmente e, em seguida, “queimar os miolos” da nossa equipe multi-disciplinar afim de transformar as necessidades em realidade. Uma vez colocada em prática a ideia, nosso foco volta-se para aproximar os apaixonados por carros das melhores lojas de acessórios que compõem a rede de distribuição.

Lean Manufacturing

Internamente,  a missão de ter custos competitivos, excelência em produtos e entrega Just in time é atingida através do uso da filosofia  de produção chamada Lean Manufacturing ( desenvolvida pela Toyota). Os alicerces desta filosofia de negócios são:

  •  Basear as decisões administrativas em uma filosofia de longo prazo, mesmo que em detrimento de metas financeiras de curto prazo e que gerem maior valor agregado para a sociedade, clientes,
    fornecedores e colaboradores;
  • O processo certo trará o resultado certo já na primeira vez. Para conseguir chegar ao processo certo é preciso trazer os problemas à tona e ter uma cultura para solução definitiva de problemas. Tal cultura não procura culpados pelo problema, mas tira as lições aprendidas do mesmo, evitando-se que erros conhecidos se repitam;
  • Valorização da organização através do desenvolvimento dos colaboradores e parceiros desafiando-os na busca do aprendizado e;
  • Parar para solucionar a causa raiz dos problemas.

 

Juntamos gente, tecnologia,  experiência e paixão

A Volcano Wheels reúne não somente os melhores equipamentos (veja paixão por metalurgia), mas também desenvolve os melhores processos para operar de forma eficaz as máquinas, além de possuir uma equipe que reúne ciência, experiência, motivação e principalmente paixão pelo que faz.

Conheça um breve histórico dos membros da equipe da Volcano Wheels:

Diretor Formação em Engenharia Metalúrgica e mestrado em Solidificação ambos pela Universidade de São Paulo. Conquistou quatro prêmios de reconhecimento técnico ( Prêmio CREA-SP de Formação Profissional 1998 , Prêmio José Ermírio de Moraes 1999 , Prêmio Fábio Décourt Homem de Melo 1999 e  Prêmio CST – Aciaria – Companhia Siderúrgica de Tubarão 2004 )  e possui experiência de onze anos na área técnica,  comercial  e estratégica da Villares Metals que é a maior siderúrgica de aços especiais da América Latina com ampla experiência em diversos mercados internacionais onde atua. Gerente Administrativo Engenheiro de Produção pela UNIMEP, com experiência de onze anos em área administrativa na Villares Metals S.A. Gerente de Produção Formação em Tecnologia de Produção e experiência de 20 anos na empresa Alujet fabricante de rodas para várias montadoras no Brasil. Gerente Comercial para Exportação. Formado em Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo, com mais de 20 anos de experiência na área comercial para montadoras e aftermarket sendo a maioria de sua experiência na empresa Manguels, fabricante de rodas para várias montadoras no Brasil. Demais colaboradores: possuem valores alinhados ao propósito da Volcano Wheels e principalmente com vontade de aprender e desejo de crescimento como profissionais. A Volcano Wheels preza pela qualidade de vida e segurança de seus colaboradores, pois acredita que o ser humano deve sempre vir em primeiro lugar. Com base nesse princípio é fornecido a todos eles autonomia para cessar a produção sempre que sentirem que uma situação perigosa possa ocorrer.

Política da Qualidade

A Volcano Wheels persite em aumentar cada vez mais o nível de satisfação dos seus clientes, produzindo rodas seguras e promovendo a melhoria contínua dos seus sistemas, dos seus processos e dos seus recursos.

Certificação INMETRO

 

certificado-inmetro

Conheça o processo de fabricação das rodas de liga leve da Volcano Wheels

O processo se inicia pela fusão de lingotes de alumínio em forno a gás GLP. Apesar de não ser o processo mais barato, é o que apresenta menor agressão ao meio ambiente, pois não há emissão de fumaça proveniente de sucatas, tintas ou óleos. Para aumento do alongamento e tenacidade, que é a propriedade de oferecer capacidade de absorver impactos, é fundamental o tratamento do metal (liga de aproximadamente 88% de alumínio e 12% de silício) ainda em estado líquido após fusão inicial. Nele são efetuadas três ações principais:

1Adição de ante liga com titânio e boro para que os grãos do metal fiquem o mais fino possível, o que aumenta tanto a resistência mecânica (limite de escoamento e ruptura), como o alongamento.

Ilustração 1 - Microestruturas de grãos de uma liga alumínio-silício vistas ao microscópio ótico. A foto da esquerda mostra microestrutura sem refino e a da direita microestrutura refinada. Ilustração 1 – Microestruturas de grãos de uma liga alumínio-silício vistas ao microscópio ótico. A foto da esquerda mostra microestrutura sem refino e a da direita microestrutura refinada.
2Adição de estrôncio para alterar a geometria das fases com alto teor de silício, deixando-as mais arredondadas, o que aumenta a resistência ao impacto da liga metálica, ou seja, em um eventual acidente a roda deverá prioritariamente se amassar, evitando-se quebrar.

 Adição de estrôncio para alterar a geometria das fases com alto teor de silício, deixando-as mais arredondadas, o que aumenta a resistência ao impacto da liga metálica, ou seja, em um eventual acidente a roda deverá prioritariamente se amassar, evitando-se quebrar. Ilustração 2 – Microestrutura vista ao microscópio ótico após tratamento de modificação com estrôncio. À esquerda, sem modificação; ao centro, parcialmente modificada e à direita, totalmente modificada.
3Adição de estrôncio para alterar a geometria das fases com alto teor de silício, deixando-as mais arredondadas, o que aumenta a resistência ao impacto da liga metálica, ou seja, em um eventual acidente a roda deverá prioritariamente se amassar, evitando-se quebrar.

Ilustração 3 - Figura esquemática mostrando a evolução da solidificação de um metal. Ilustração 3 – Figura esquemática mostrando a evolução da solidificação de um metal.
4 Como a contração é um fato imposto pela natureza, a estratégia utilizada na máquina de baixa pressão é manter a região de alimentação no estado líquido o máximo de tempo possível e ao mesmo tempo aplicar pressão sobre o metal líquido (processo chamado de recalque) para preencher os vazios no interior da peça (veja ilustração 4). Tal estratégia não pode ser aplicada no processo de gravidade, pois o máximo que se consegue é aumentar a altura dos canais de alimentação para obter uma maior pressão metalostática (pressão que a altura de metal líquido exerce pelo seu próprio peso).

Ilustração 4 - Desenho esquemático do conjunto de moldes e roda injetada mostrando a região de injeção. Ilustração 4 – Desenho esquemático do conjunto de moldes e roda injetada mostrando a região de injeção.

A fim de garantir o bom balanceamento das rodas, a Volcano Wheels, além de produzir um fundido com alto nível de balanceamento, também adquiriu tornos norte americanos da marca Haas, que tem alta precisão e principalmente rigidez para manter constante o diâmetro de torneamento. Na seção de acabamento, a Volcano Wheels realiza a pintura em três fases: a pó, líquida e verniz. Tais processos são realizados com equipamentos novos e com a melhor tecnologia disponível para evitar agressões ao meio ambiente. Como exemplo, pode-se citar a cabine de pintura líquida que possui filtro plissado ao invés da cortina d’água, que agride o meio ambiente por misturar água e tinta, gerando efluentes líquidos que podem contaminar o lençol freático. É importante ressaltar que todos os projetos são submetidos ao teste de fadiga do cubo de acordo com a norma NBR 6752 e nenhuma roda vai ao mercado sem que haja tal aprovação.

O meio ambiente faz parte do caminho

foto_responsabilidadeA Volcano mostra atitudes ambientais que são elogiadas pela Cetesb,órgão ambiental paulista, devido as iniciativas energeticamente mais eficientes. Como, por exemplo, o compressor com inversor de frequência – que controla seu motor de acordo com a real necessidade – buscando sempre o mínimo consumo de energia. Outras atitudes no dia a dia também reforçam o compromisso da Volcano com o meio ambiente.

EMPRESA RESPONSÁVEL AMBIENTALMENTE